Demitir funcionários

Imagem: Filme Up in the Air / Amor sem escalas

Por mais que eu me prepare, dar a um funcionário a notícia de que ele está sendo desligado da empresa é sempre muito difícil e desgastante; mas esta é uma das atribuições de um gerente de pessoas, que às vezes tem que decidir e efetuar, ele mesmo, pelo desligamento e em outras situações apenas executar as decisões tomadas em níveis superiores.

Nas últimas duas semanas, foram duas demissões. Apesar da pessoa jurídica não ter emoção, quem está conversando em uma sala são duas pessoas físicas, de carne, osso e sentimentos. Tão complicado (psicologicamente) quanto dar a notícia é seguir todo o procedimento burocrático, com várias instruções que precisam ser transmitidas ao, agora, ex-funcionário e vários formulários a serem preenchidos e assinados pelo ex-funcionário e pelo gerente.

Os funcionários envolvidos mantiveram postura adulta e profissional durante nossas conversas; não esperava que “entendessem” a situação e os motivos das demissões, mas ambos aceitaram e internalizaram a notícia desagradável, contendo suas emoções.

São conversas com momentos de vazio e silêncio, necessários para que cada um possa ajustar seu nível de stress e conduzir a reunião até seu desfecho formal.

Como pessoa física e como representante de uma pessoa jurídica – a empresa para a qual trabalho – desejo a ambos muita sorte.

29 de dezembro de 2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s